Prefeituras da Região Metropolitana de Curitiba participaram do Debate Técnico sobre Estudo de Impacto de Vizinhança.

No dia 22 de novembro de 2017 ocorreu o Debate Técnico – Estudo de Impacto de Vizinhança: Contribuição à Gestão Urbana na Universidade Federal do Paraná – UFPR. Estavam presentes servidores públicos de Campo Largo, São José dos Pinhais, Pinhais, Araucária, Colombo e Fazenda Rio Grande, Ponta Grossa, bem como representantes de empresas privadas, estudantes e vereadores.

A abertura do evento foi realizada pelo Arquiteto e Urbanista, Agente de Fiscalização do CAU/PR, Walter Gustavo Linzmayer e na sua explanação trouxe o seu ponto de vista sobre a falta da exigência do Estudo de Impacto de Vizinhança em Curitiba. Na sequência, fizeram apresentações também o Arquiteto e Urbanista André Turbay a respeito do eiv como uma ferramenta para uma cidade pretendida, a Engenheira Ambiental Jéssica de Miranda Paulo, com sua dissertação de mestrado, trazendo um termo de referência ideal para o Estudo, a Arquiteta e Urbanista Talita de Miranda Paulo apresentando sobre a importância das análises dos parâmetros urbanos e uso e ocupação do solo, as Arquitetas e Urbanistas, Jamile Salim e Karla Stamoulis  trazendo o case de Ponta Grossa na aplicação dos EIV’s e os Advogados Igor Rayzel e Alisson Nichel trazendo os limites legais das medidas mitigadoras e compensatórias bem como as responsabilidades criminais dos servidores públicos.

Após a exposição dos palestrantes, foi dado início ao debate, o qual foi muito proveitoso para a discussão entre as prefeituras e a troca de experiências. Alguns profissionais apresentaram as dificuldades enfrentadas e as pressões políticas existentes. Na ocasião foi muito discutido a questão da obrigatoriedade da realização da audiência pública, bem como a equipe mínima que deve elaborar o estudo e  formas de monitorar as medidas mitigadoras após aprovação do alvará, entre outros.

Nós da Sinergia Engenharia ficamos muito contentes com a presença de todos e com o resultado desse primeiro debate. Esperamos que este evento não seja o fim de uma discussão, mas o início da evolução do uso do EIV, através  da troca de experiências entre os municípios. 

Nosso agradecimento especial à Universidade Federal do Paraná – UFPR, ao  Programa de Mestrado Profissional em Meio Ambiente Urbano e Industrial –MAUI, GATMA, Sanepar, Beno Brandão Advogados, Nichel, Leal & Varasquim Advogados, Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Ponta Grossa – IPLAN e a Prefeitura de Ponta Grossa.

Contem conosco!

(24/11/2017)

Comente essa matéria:

    This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

    Conheça um pouco mais da Sinergia Engenharia de Meio Ambiente por meio da interpretação da nossa marca.

    + leia mais

    O portfolio foi elaborado com o intuito de apresentar a Sinergia Engenharia de forma resumida.

    + leia mais

    A Sinergia Engenharia oferece serviços de consultoria na área de Meio Ambiente, Segurança do Trabalho

    + leia mais

    O e-Social é um sistema informação (totalmente digital) das obrigações legais das empresas

    + leia mais

    newspaper templates - theme rewards