Biogás como nova fonte de energia

Biogás é uma mistura gasosa, que se origina de um processo de digestão de matéria orgânica (dejetos de animais, restos de alimentos e esgotamento sanitário) em ambientes com ausência de oxigênio. Esse processo ocorre em um equipamento conhecido como Biodigestor.

Segundo Noyola (2006) e Moura (2012), o biogás é composto por basicamente 8 diferentes composições químicas, sendo eles Metano (CH4) 50- 75%; Dióxido de carbono (CO2) 25- 40%; Hidrogênio (H2) 1-3%; Nitrogênio (N2) 0,5-2,5%; Oxigênio (O2) 0,1-1%; Sulfeto de hidrogênio (H2S) 0,1-0,5%; Monóxido de carbono (CO) 0-0,1% e Amônia (NH3) 0,1- 0,55. O Biogás pode ser utilizado de várias maneiras:

  1. Conversão de biogás em energia térmica:

Possíveis usos do biogás, como fonte de energia calorífica, o uso direto em aquecedores a gás para produção de calor, secagem de grãos em propriedades rurais e secagem de lodo em ETEs.

  1. Geração de energia elétrica:

No caso da conversão do biogás em energia elétrica, a energia química contida em suas moléculas é convertida em energia mecânica por um processo de combustão controlada. Essa energia mecânica ativa o gerador, que converte em energia elétrica.

  1. Geração de energia veicular:

Após o biogás ser purificado e refinado, é convertido em biometano, sendo possível ser substituído por combustíveis fósseis como diesel, gás natural e gasolina. O biometano, que é considerado um produto combustível cujo potencial é semelhante ao GNV (gás veicular natural comprimido), apresentando um consumo de 1 metro cúbico para uma viagem de 12 km (CIBIOGÁS, 2015).

  • Curiosidade:

Em uma propriedade com 200 suínos em terminação é possível obter até 16 m³ de biogás diários, o que resulta em 6 kg de GLP ou 16 kWh de energia elétrica por dia. O equivalente a 13 botijões de 13 kg de GLP ou 480 kWh de energia elétrica.

Podemos observar, que os dejetos podem não ser um problema, e sim uma solução, sendo uma nova fonte de renda (utilizadas na forma de calor, cozimento dos alimentos e geração de eletricidade com abatimento na conta de luz) e melhorando a qualidade de vida da comunidade ali presente, pois diminui patógenos, reduz os impactos ambientais, melhora a qualidade dos corpos hídricos.

Propriedades rurais que não gerenciam corretamente os dejetos podem estar susceptíveis a geração de passivos ambientais, tais como poluição de corpos hídricos e poluição difusa. Se sua propriedade tem esse problema, contacte a Sinergia Engenharia de Meio Ambiente, pois podemos ajudá-lo a resolver esse problema.

(31/08/2018)

Thais Carlini Baptista é graduanda de Engenharia Ambiental da PUC-PR.

Comente essa matéria:

    This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

    Conheça um pouco mais da Sinergia Engenharia de Meio Ambiente por meio da interpretação da nossa marca.

    + leia mais

    O portfolio foi elaborado com o intuito de apresentar a Sinergia Engenharia de forma resumida.

    + leia mais

    A Sinergia Engenharia oferece serviços de consultoria na área de Meio Ambiente, Segurança do Trabalho

    + leia mais

    Desde 2008, através da Lei nº 4.414, o Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV) e respectivo Relatório de Impacto

    + leia mais

    newspaper templates - theme rewards